QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Amar Pode Dar Certo

O sentimento do amor é um dos mais procurados pelo ser humano.

Todo ser humano tem um objetivo na vida: viver em estado de pleno amor.

O que é o amor?

O amor é um sentimento, que cresce dentro de nós, e que nos convida a partilharmos com uma outra pessoa.

O amor nos dignifica e nos dá a verdadeira dimensão do nosso valor.

Muitas pessoas têm medo de amar, de sofrer por amor, da rejeição ou mesmo do abandono e acabam optando por uma vida solitária, ou quando se permitem uma aproximação, levam o relacionamento de  forma superficial, sem compromisso e na defensiva.

Quem já sofreu uma desilusão amorosa, sabe bem a tamanha dor que é, e como dói, parece até  que não vamos suportar, mas nada como  o senhor tempo para nos amparar. 

Ás vezes acabamos vivendo uma vida inteira com a ilusão de que nunca mais conseguiremos  dar certo em uma relação amorosa depois de uma desilusão, então criamos um escudo que nos distancia cada vez mais do outro e mais ainda, de nós mesmos.Por vezes ficamos com a autoestima baixa e nos sentimos desvalorizados, esquecendo das nossas inúmeras qualidades e do nosso valor. 

É preciso vencermos esta barreira, mesmo que  gradativamente, e nos darmos novas chances para o amor, não se importando quantas vezes  forem.Na medida que nos aproximarmos de nós mesmos, ou seja do nosso amor próprio, estaremos preparados para mais um encontro, amar e ser amado.

O sabor do amor cura os monstros da rejeição e da solidão. 

Sabemos que ninguém é perfeito, mas insistimos na perfeição do outro, e portanto, o que mais encontramos entre os casais são pessoas frustradas nos relacionamentos, porque esperam muito um do outro.Queremos que o outro cubra nossos vazios e expectativas e esquecemos que cada um tem as suas verdades e necessidades.

Aristóteles dizia: “O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar  o ser humano a perfeição”.

Toques de amor:
  • Valorize-se e descubra suas qualidades e talentos;
  • Respeite as diferenças de cada um;
  • Se algo não está indo bem, precisamos parar e refletir sobre os acontecimentos;
  • Somente ampliando a nossa visão dos acontecimentos, chegaremos a uma compreensão maior e assim tomaremos atitudes mais coerentes;
  • É através da abertura para o amor, que venceremos a solidão;
  • Procure estar condizente com o seu verdadeiro eu, sendo espontâneo e criativo;
  • Se estivermos disponíveis para amarmos, haverá sempre alguém que aceitará e devolverá esse sentimento, seja em que nível for;
  • Aprenda a ouvir mais e atender a necessidade do outro;
  • Procure fazer o outro mais feliz .
Vamos nos permitir uma nova chance para amor, e para quem já tem seu companheiro(a) dê um novo sabor a relação,depende muito de nós!

Amar pode dar certo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário