QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Gestor Financeiro: O Herói da Administração da sua Empresa.

A gestão financeira pode ser considerada um combustível para o bom funcionamento da empresa, fornecendo recursos para suprir os demais setores.
 Ela visa o controle das entradas e saídas de capital, evitando gastos desnecessários e maximizando os lucros, fazendo assim com que a empresa cresça.
Neste cenário, o gestor financeiro tem um papel essencial, pois será o responsável pela boa gestão e consequentemente pela saúde financeira da empresa.
  • QUAL O OBJETIVO DA GESTÃO FINANCEIRA? 
Os objetivos de um gestor financeiro devem, antes de tudo, estar alinhados com a diretoria e acionistas. A partir daí, será mais fácil traçar metas financeiras para que esses objetivos sejam alcançados.

A partir disso, o gestor financeiro deverá cuidar para que a empresa tenha sempre o capital de giro necessário para manter as atividades e para manter a empresa em constante crescimento, garantindo também um bom retorno dos investimentos de forma que proporcione uma boa posição para a empresa no mercado.
O maior objetivo da gestão financeira é maximizar os lucros, e consequentemente, o valor de mercado do capital da empresa. Para isso, entretanto, algumas outras preocupações são necessárias, como: manter a empresa em constante liquidez controlando regularmente os fluxos de entrada e saída, possibilitando inclusive uma previsão de como estará a situação futura das finanças para que sejam tomadas medidas preventivas, evitando surpresas desagradáveis.
  • MAS O QUE FAZ UM GESTOR FINANCEIRO?
O papel da gestão financeira envolve principalmente a análise de dados e tomadas de decisões. Veja abaixo algumas das principais atividades do gestor financeiro na empresa:

Análise, Planejamento e Controle:
O gestor analisa resultados de diversos relatórios que podem ser fornecidos pela contabilidade, como a DRE, assim como o fluxo de caixa. 
Esses relatórios podem demonstrar um reflexo da situação atual ou do que está acontecendo nesse momento.

Essas informações servirão como embasamento para que o gestor possa planejar como serão aplicados os recursos financeiros: quais são as áreas que a empresa deve investir ou onde podem estar havendo desperdícios e tomar as ações corretivas para manter o controle.
Tomadas de Decisões:
O gestor financeiro também será responsável por tomar diversas decisões de extrema importância para a saúde financeira da empresa, dentre elas, podemos destacar como as mais importantes as decisões relativas a investimentos, financiamentos e empréstimos.

Uma vez que o gestor conheça a fundo os objetivos da empresa para o futuro, ele deverá buscar investimentos que sejam capazes de maximizar os lucros e promover o crescimento da empresa. 
Para isso, ele deverá analisar os recursos correntes e recursos de longo prazo a serem investidos e buscar as oportunidades que poderão trazer melhores resultados, considerando os índices de liquidez e payback.

Já com relação a financiamentos, o gestor deve ter atenção especial principalmente com relação a prazos de pagamento e juros para evitar situações difíceis. 
Antes de fazer um financiamento, é essencial uma análise profunda do fluxo de caixa fazendo também projeções para o futuro, essa análise poderá indicar se a empresa terá condições de pagar o financiamento sem comprometer o controle das finanças.
Os empréstimos também são um assunto delicado e que devem ter a devida atenção. Cabe ao gestor financeiro tomar as decisões das melhores formas de capitar recursos para garantir o capital de giro da empresa, porém assim como no caso dos financiamentos, os juros e prazos devem ser considerados para que não acabe causando um efeito contrário ao desejado.
Com isso, vemos que o gestor financeiro pode ser o herói que levará a empresa para um futuro promissor. E como tal, é essencial que tenha conhecimento a fundo de todas as movimentações que acontecem nas finanças da empresa.
Copiado: http://exame.abril.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário