QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Ciclo Operacional, Ciclo Econômico e Ciclo Financeiro: Entenda cada um deles

Em meio às atividades do dia a dia é normal que os empresários se concentrem em tarefas relacionadas ao atendimento e satisfação do cliente, como as de vendas ou de entrega de seus produtos e serviços. Também é bastante comum que tenham uma sensibilidade aguçada para saber se estão tendo lucro ou prejuízo nas operações da empresa. 

No entanto, esse foco no cliente e a mera sensibilidade acerca do lucro ou do prejuízo podem levar a empresa a operar a maior parte do tempo no vermelho, a diminuir sua rentabilidade e a recorrer a empréstimos, mesmo tendo vendido todo o seu estoque.
Você deve estar se perguntando como isso é possível, já que se a empresa vendeu tudo o que estava em estoque, então ela deveria ser extremamente lucrativa e não deficitária, não é mesmo? O problema aqui está no controle dos ciclos econômico, financeiro e operacional da empresa e na forma como ela negocia e interage com seus fornecedores e clientes.
No post de hoje, vamos entender melhor sobre cada um dos ciclos, como eles interferem diretamente na administração de sua empresa e dicas de como gerenciá-los melhor. 

Confira: 

Ciclo Econômico
É o tempo médio que a sua empresa gasta para vender determinada mercadoria do estoque — ele vai desde a aquisição até a venda. Logo, é o período em que o produto fica no estoque da empresa.
Esse é um ciclo bem simples de se calcular. Você deve anotar a data em que as mercadorias entram no estoque e a data em que foi vendida. Depois calcular a média dos dias em que ficou no estoque.
É importante considerar que se você atua na área de fabricação, então seu Prazo Médio em Estoque e, consequentemente, o Ciclo Econômico, devem contemplar o período desde a aquisição da matéria prima, passando por sua produção até chegar à sua venda definitiva.
Observar esse ciclo ajuda a controlar melhor o estoque da empresa, uma vez que a redução ou o aumento no volume de compras podem alterar substancialmente o resultado. Também ajuda a definir quais são as mercadorias mais fáceis de vender e aquelas mais difíceis, dando uma boa ideia de como o estoque deve ser formado. 

Ciclo Operacional
É o período médio de tempo que vai da data de compra até o recebimento pela venda. Se você já souber o Ciclo Econômico, basta somar o Prazo Médio de Recebimentos para descobrir qual o Ciclo Operacional.
Quanto menor for seu ciclo operacional, menor será a dependência de sua empresa em utilizar seu capital de giro para financiar suas atividades. 

Ciclo Financeiro ou Ciclo de Caixa
É o período que vai desde o pagamento aos fornecedores até o recebimento de seus clientes. Observe que ele não comporta o ciclo econômico, pois aqui conta somente a data do pagamento ao fornecedor e a data de recebimento dos clientes.
Quanto maior for o prazo dado por seus fornecedores e menor o período que seus clientes precisam para pagar, mais dinheiro disponível em caixa sua empresa terá e menor será a dependência de financiamentos ou de pagamento de juros bancários, por exemplo.
Quanto menor for o prazo dado pelos fornecedores e maior o prazo de pagamento de seus clientes, maior será a necessidade de sua empresa usar seu capital de giro ou seu caixa para financiar suas atividades.
O ideal é que você procure ter o menor ciclo econômico possível, reduzindo os gastos com estoque, e um menor ciclo financeiro, o que diminuirá a necessidade de uso do capital de sua empresa ou de terceiros para financiar suas atividades.
Agora que você já conhece o que são e qual a importância de cada ciclo, descubra quais são os de sua empresa e procure entender como anda este ciclo na concorrência, assim você saberá quais ajustes precisa fazer para adequá-los à realidade de seu segmento ou para usá-los como um diferencial competitivo.
Copiado: http://www.asseinfo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário