QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Economia Inteligente e Economia Burra nas Empresas

Infelizmente na crise ou não para reduzir custos, muitas empresas preferem adotar a "Economia Burra", é preciso economizar sem perder QUALIDADE. E ainda tem gente que corta o café, o que é uma economia burra, porque tem impacto irrisório e desagrada a equipe. Talvez ainda façam isso porque é mais fácil do que mudar de atitude, ou do que avaliar se é mesmo necessário o executivo se hospedar sempre em hotel cinco estrelas”. Mas alguns gestores têm encontrado maneiras mais INTELIGENTES de reduzir despesas, entre elas, o uso racional de água, energia, papel, telefonia, transporte e nas grandes corporações, o corte de uma série de “gorduras” acumuladas em épocas de bonança.

Exemplos de Economia Inteligente 

  1. - Implementar um programa de eliminação de desperdícios, solução de problemas e não conformidades e redução de custos por toda a empresa, com a participação de todos os funcionários;

  2. - Estudar formas para reduzir o valor da conta de telefone e tarifas bancárias;

  3. - Reduzir gastos com fotocópia, digitalização e impressão de documentos;

  4. - Negociar melhor com os “bons fornecedores” sem comprometer a qualidade do produto e o prazo de entrega;

  5. - Reduzir o valor da conta de energia elétrica investindo em eficiência energética: “Iluminação, equipamentos, motores e climatização”;

  6. - Reduzir o valor da conta de água acabando com os vazamentos, instalando arejador, redutores de vazão e vaso sanitário eficiente;

  7. - Usar o sol para iluminar os ambientes, produzir energia elétrica e aquecer a água;

  8. - Usar o vento para produção de energia elétrica e climatização dos ambientes;

  9. - Aproveitar a "água da chuva" e "água de reúso" para os sanitários do banheiro e somente a "água da chuva" para lavar o piso da empresa, regar as plantas e lavar os carros da empresa;

  10. - Melhorar a qualidade e diminuir os refugos, perdas de preparação de máquinas, perdas de processo, retrabalhos e devoluções;

  11. - Melhorar a disciplina, organização, limpeza e segurança com o 5S;

  12. - Identificar, Reduzir e Eliminar os 7 desperdícios da produção, adotando a filosofia do Lean Manufacturing;  

  13. - Aumentar a produtividade diminuindo os tempos de preparação de máquina, movimentação, operações desnecessárias, etc.;

  14. - Melhorar os processos organizacionais e diminuir a burocracia;

  15. - Controlar bem todo e qualquer tipo de estoque, ter o mínimo e necessário;

  16. - Não descuidar da manutenção "corretiva e preventiva" de máquinas, veículos e equipamentos da empresa;

  17. - Negociar dentro da lei com os funcionários a redução temporária dos salários e jornada de trabalho;

  18. - Ao invés de cortar o plano de assistência médica dos funcionários, negociar um plano mais simples e eficiente;

  19. - Além de economizar reduzindo o desperdício de matéria prima, as empresas podem também ganhar dinheiro com a reciclagem dos resíduos, vendendo os mesmos exemplo: papel, papelão, aço, termoplásticos, etc.

  20. - Implementar um "Programas de Ideias e Sugestões" dos funcionários para: eliminar desperdícios, reduzir custos, melhorar a qualidade, aumentar a produtividade, fidelizar os clientes, etc.; 

  21. - Descobrir o melhor regime tributário para a empresa;

  22. - Treinar todos os funcionários para criar uma cultura focada na melhoria contínua, valorizando os funcionários que mais colaborarem, adotar a meritocracia.

Exemplos de Economia Burra
  1. - Cortar o cafezinho;

  2. - Demitir para contratar outros no lugar pagando bem menos;

  3. - Comprar matéria prima inferior por ser mais barata, isto pode afetar a qualidade e diminuir a vida útil do produto;

  4. - Comprar de fornecedor ruim e que vende mais barato;

  5. - Cortar o plano de assistência médica dos funcionários;

  6. - Banalizar a manutenção corretiva e preventiva de máquinas e equipamentos;

  7. - Criar um clima ruim de pressão e ameaça sobre os funcionários, para ter melhores resultados.

Por:  - https://www.linkedin.com/pulse

Nenhum comentário:

Postar um comentário