QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

4 Mitos Sobre a Computação em Nuvem Desvendados

Você já compreende que a computação em nuvem é importante para o seu negócio, mas por qual razão você ainda não colocou os dados da sua empresa para rodar em cloud?
Segundo uma pesquisa da Dell, 90% das pequenas e médias empresas brasileiras afirmam ter ou já planejam contratar algum tipo de aplicação em nuvem. Com este percentual, nosso país desponta, junto com o México, como um dos mercados com maior uso de cloud computing.
Sabemos que ainda restam diversos mistérios envolvendo a nuvem. O lado financeiro, o fator segurança, questões armazenamento ou mesmo por manter operações de missão crítica “perto dos olhos”, são alguns dos motivos principais que fazem com que os empreendedores adiem a adoção da nuvem e acabem ficando para trás. Por isso, hoje trouxemos um artigo da Microsoft – parceira de negócios da MXM Sistemas -, desmistificando alguns dos principais pontos relacionados à adoção das nuvens por empresas. Confira:

Mito 1: a capacidade computacional da nuvem é usada apenas para sites ou para guardar dados

A computação em nuvem é uma solução para isso e muito mais. Ela comporta, por exemplo, e-commerces, sistemas de gestão como ERP, CRM, notas fiscais eletrônicas, folhas de pagamento e intranet, que apresentam uma rápida variação de demanda. Todo tipo de projeto que precise ser hospedado em um ambiente muito flexível encontra nocloud computing: disponibilidade, escalabilidade, flexibilidade, velocidade e economia.

Mito 2: a computação em nuvem é muito cara para uma PME

tecnologia cloud é muito mais barata do que costumam pensar. E isso é possível porque ela permite tanto aumentar como reduzir memória, espaço de disco e processamento sempre que necessário. O e-commerce de uma pequena ou média empresa, por exemplo, que normalmente vende x% mensalmente, mas em datas sazonais, como Natal, Dias dos Pais e outras, atinge picos de vendas. Veremos claramente que a infraestrutura dessa loja virtual precisa de um gás em momentos específicos.
Mas passada as datas sazonais se esse e-commerce percebe que não necessita mais de tantos recursos, volta a funcionar com a capacidade de antes, evitando assim, o desperdício. É através do controle de custos que você consegue prever as despesas que terá no fim do mês. E para isso, o cloud computing é uma mão na roda.

Mito 3: mas será que é seguro deixar meus arquivos em algo intangível?

Ainda existe um receio de que essa tecnologia é não é tão segura e muito disso se deve ao fato de que as pessoas têm medo de perder o controle de aplicações hospedadas em ambientes fora de suas empresas. E lembre-se que, por trás da nuvem, existe um data center preparado para proteger com máxima eficiência os dados sensíveis das empresas – como um banco que guarda o seu dinheiro.

Mito 4: cloud é muito difícil e complexo

Está na hora de deixar isso pra lá! O usuário não precisa se preocupar com o gerenciamento da infraestrutura, o trabalho e a complexidade de configurar e reconfigurar seus servidores a todo momento. Isso quer dizer que a computação em nuvem é uma grande aliada para quem deseja fazer muito mais com muito menos.
Com o Microsoft Azure, você pode criar, hospedar e rodar as suas aplicações na nuvemsem se preocupar com infraestrutura, além de também poder hospedar servidores, bancos de dados e montar o seu ambiente diretamente.
Por  - blog.mxm.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário