QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Sucesso Inspirado no Bumba Boi do Maranhão

OBRIGADO MARANHÃO QUE HOJE É TAMBÉM MEU TORRÃO


Sou migrante, venho de São Paulo. Obrigado pela acolhida e pelas lições que aqui aprendi.
Na MATRACA, tirando música de dois pedaços de madeira, aprendi que posso mudar a partir do pouco que tenho. E de fundo o som dos pandeirões e a voz do cantador que num chamado reúne seu pelotão.


Na ORQUESTRA, numa toada, quase “um reggae junino”, com seus índios coloridos e com sua música de sopro, aprendi que somos um mundo só e podemos nos recriar a cada momento.

Da BAIXADA, com seus cazunbas – homens místicos – místicos humanos, aprendi que também somos seres espirituais e que há um outro ritmo forte e cadenciado que toca o nosso coração e nos reconecta com a terra.
Da COSTA DE MÃO, com um som original e pessoal, das próprias costas das mãos, a mão machucada pela lida na lavoura, exigiu a originalidade, um outro som, um outro ritmo.

Na ZABUMBA, o som da tradição, da mistura de raças, aprendi que somos a força da miscigenação dos povos.

Aproveitar o que temos. Recriar. Reconectar com a espiritualidade e valores. 
Obrigado meu Maranhão, meu torrão!
Por: Alfredo Barbetta - https://www.linkedin.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário