QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

quarta-feira, 4 de maio de 2016

O Emoji inspirado em uma obra de arte - e o significados desses símbolos

Alguns dos mais populares emojis – carinhas e símbolos que ajudam a expressar alegria, tristeza, surpresa ou decepção em nossas mensagens online – têm um significado ou uma história não tão óbvia por trás.
Esses significados ocultos começaram a ser pesquisados em 2013 pelo desenvolvedor de software australiano Jeremy Burge.
Como resultado de sua pesquisa, Burge criou a Emojipedia, uma espécie de dicionário de emojis no qual ele explica o que cada um deles representa, qual é sua aparência em cada plataforma de telefonia celular e desde quando eles existem.
Os emojis nasceram no Japão na década de 1990. Fabricantes de celulares como a Apple começaram a incorporar esses símbolos em seus telefones, até que eles passaram a ser usados por milhões de pessoas diariamente.
Membros da Unicode Consortium, a organização que padroniza códigos dos emojis no mundo inteiro, disseram à BBC Mundo que entre suas responsabilidades não está a de definir os significados dos símbolos.
Por isso o trabalho de Jeremy Burge é muito útil para quem quer saber o que há por trás dos símbolos que fazem parte da vida cotidiana moderna.
"Todos os emojis têm nomes oficiais. Este é um ponto de partida para saber o que os ícones significam", disse Burge à BBC Mundo. "Agora este é o meu trabalho em tempo integral". Veja abaixo algumas das descobertas mais interessantes de Burge:

1. Os três macacos 
Reprodução

Os emojis dos três macacos tapando os olhos, orelhas e boca, são os que ilustram os proverbio japonês "Não ver o mal, não ouvir o mal, não falar o mal", segundo Burge. A duas horas ao norte de Tóquio, no santuário xintoísta de Toshogu, construído na primeira metade do século 17, podem ser encontradas as esculturas com estes três macacos.
Geralmente os símbolos dos macacos são usados em tom de brincadeira para dizer que alguém não quis ver, escutar ou falar alguma coisa. O terceiro deles, o que tapa a boca, se usa às vezes também como promessa de guardar um segredo.
Apesar de não atribuir nenhum significado a eles, a Unicode Consortium incluiu o provérbio no nome oficial desses emojis: "See-no-evil-monkey", "Hear-no-evil-monkey" e "Speak-no-evil-monkey" ("O macaco que não vê o mal", "O macaco que não ouve o mal" e "O macaco que não fala o mal", em tradução livre).

2. As coelhinhas 
Reprodução

O significado do emoji das duas mulheres com orelhas de coelho pode ser bem óbvio no Japão: lá, as mulheres com orelhas de coelhos são sinônimo de sensualidade. Segundo a Emojipedia, estas mulheres também podem ser vistas como um Kemonomimi: algo que, no mundo da animação japonesa é definido como um humano com características animais.
Hoje, esse emoji é frequentemente usado para expressar alegria ou diversão entre meninas ou grupos de amigas.

3. Código 
Reprodução

O emoji do cadeado com a chave tem algo escondido. Quando se amplia a imagem é possível ler um código na chave: UM242. Segundo a Emojipedia, esse código pertence a um tipo de chave real, criado pela empresa de design americana Herman Miller.
A empresa nasceu no Estado do Michigan no início do século 20 e produziu móveis e peças que se transformaram em clássicos de design para casas e escritórios.

4. A mensagem do livro: 'Isto é para os loucos' 
Reprodução

Jeremy Burge garante na Emojipedia que o símbolo do livro aberto de capa azul tem uma mensagem, originalmente em inglês.
"Isto é para os loucos. Os desajustados. Os rebeldes. Os criadores de caso. Os que são peças redondas nos buracos quadrados. Os que veem as coisas de forma diferente. Eles não gostam de regras. E eles não têm nenhum respeito pelo status quo."
O texto é parte da famosa campanha de publicidade da Apple Think Different ("Pense diferente", em tradução livre), lançada no fim dos anos 90. O emoji do livro foi lançado em 2010. Sobre esse emoji, a Unicode disse à BBC Mundo que a organização não tem nada a ver com a Apple.

5. O grito 
Reprodução

O pintor norueguês Edvard Munch não poderia imaginar que o personagem anônimo de sua famosa obra O Grito estaria nas mãos de pessoas espalhadas pelo mundo todo mais de cem anos depois.
O emoji de uma pessoa gritando com expressão de horror e mãos nas bochechas foi inspirado no quadro de Munch. A página da Unicode Consortium inclui o nome do artista nas etiquetas para localizar o ícone.
Algumas versões dos aparelhos da Samsung acrescentam um fantasma saindo da boca do emoji. A pintura O Grito data do fim do século 19 e existem quatro versões dela. O emoji existe desde 2010.

6. Data importante 
Reprodução

O emoji do calendário traz a data 17 de julho, que coincide com o dia em que Steve Jobs apresentou o aplicativo exclusivo de calendário para Macs, o iCal, na MacWorldExpo de 2002. Desde 2014 essa data também é o Dia Internacional do Emoji, criado pelo próprio Jeremy Burge.
"Achei que o dia 17 de julho seria uma data perfeita para comemorar", disse Burge à BBC Mundo. O símbolo do calendário foi lançado em 2010.

7. Fezes 
Reprodução

O emoji em forma de fezes parece, segundo a Emojipedia, um sorvete de chocolate. Geralmente ele é usado para fazer piada com alguém. Mas, segundo a cultura japonesa, é um símbolo de boa sorte.

8. Ogro e duende japoneses 
Reprodução

O emoji vermelho com dentes separados, chifres e cabelo desarrumado se chama ogro japonês, segundo a Unicode. Ele representa um ogro chamado Namahage. Durante a noite de Ano Novo no noroeste do Japão, frequentemente são usadas máscaras com esse rosto. 
A lenda afirma que o ogro sai para buscar crianças que tenham se comportado mal e também para afugentar os espíritos malignos das casas. 
A máscara vermelha com sobrancelhas grossas e expressão assustadora é um duende japonês, segundo informações da Unicode. As duas criaturas são usadas pelos usuários do WhatsApp desde 2010.

9. Rezando?
Reprodução
  

As mãos juntas são frequentemente usadas como um símbolo de oração, para pedir algo com "fé" ou até para o famoso "toca aqui" ("high-five"). Em alguns celulares o emoji aparece até com raios de luz em volta. Na cultura japonesa, as mãos juntas são usadas para pedir desculpas ou agradecer.

10. Cara de sono 
Reprodução

Este emoji parece expressar uma pequena tristeza. Mas essa não é a mensagem original. Na verdade o ícone representa uma cara de sono, e a gota que sai dela é uma bolha de muco ou baba, de acordo com a Emojipedia. A Unicode chama este emoji de "Sleepy Face" ("cara sonolenta").
Os personagens de anime e mangá frequentemente recebem o desenho de uma gota parecida no rosto para indicar que estão dormindo.
Copiado:http://tecnologia.uol.com.br/noticias/bbc

Nenhum comentário:

Postar um comentário