QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

sexta-feira, 6 de maio de 2016

DISCURSO DE FORMATURA DE ADMINISTRAÇÃO


TURMA  DE ADMINISTRAÇÃO 2008/2 DO CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE PALMAS - CEULP/ULBRA. 14/02/2009

     Venho honrosamente, em nome da turma Prof. Idalberto Chiavenato, transmitir em singelas palavras o quanto estamos felicitados pela plenitude que invade nossos corações nesta noite memorável.

     Inicio citando a epígrafe da Monografia da, aqui já formada, Adm. Luciana Oliveira, que sabiamente citou Charles Chaplin: “Bom mesmo é ir à luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, pois o triunfo pertence a quem se atreve... E a vida é muito bela para ser insignificante”.

     Diante desta afirmação, revela-se que de nada valeria viver se não tivéssemos a nossa frente obstáculos a serem superados, metas a serem alcançadas e sonhos a serem realizados. E vivemos tudo isto aqui, na faculdade, e sem sombra de dúvidas sentiremos muitas Saudades de tudo que foi bom.

     Saudades pela breve experiência de vida que a nós foi possibilitada durante o período de tempo em que percorremos os corredores do CEULP/ULBRA. Desta experiência podemos tirar grandes proveitos. Foi nas salas de aulas, através de discussões acaloradas que nossas mentes foram abertas para compreender as problemáticas da sociedade e tomar atitudes para resolvê-las sempre que possível. Se a partir de agora não procurarmos resolver a parte que nos couber seremos omissos a nossa profissão e ao nosso dever pátrio.

     Desde o primeiro período de faculdade fomos estimulados pelos nossos mestres a realizar grandes feitos. Ainda calouros, passamos por momentos em que nos confrontamos com as dificuldades e desafios que a ciência da administração sabiamente impõe. Foi aí que surgiram dúvidas, anseios e incertezas. Muitos desistiram logo no início, outros com um pouco mais de persistência teriam chegado aqui. A verdade é que as incertezas fazem parte da arte de administrar. E somente quem tiver persistência e souber tomar atitude diante delas brilhará no palco do sucesso. Se sobrevivemos é por que empreendemos, se empreendemos é por que fomos preparados para realizar este espetáculo.

     “Creio poder afirmar sem nenhuma arrogância e com a devida humildade que” somos uma turma completa e ousada. Somos completos porque nossa determinação ultrapassou o território do conhecimento, a faculdade, e adentrou no verdadeiro território da profissão: as empresas. Somos ousados por que não nos limitamos à teoria tão bem explicitada por Chiavenato, Drucker, Ford, Taylor ou Fayol, mas pela ousadia em realizar grandes projetos práticos dotados de estigmas, revelando em nós a capacidade nata e precoce de lidar com as ferramentas da Administração. Quando desafiados a realizar, realizamos. E o resultado sempre foi o sucesso. 

     A partir de agora novas atitudes, novas ações, novos rumos, enfim, uma administração dos novos tempos acaba de ser confiada a nós. O alto grau do idealismo que norteou nossa trajetória se confirma no diploma que recebemos. Diploma este, que se tornou pela própria dosagem de dificuldade o símbolo maior da vitória daqueles que tiveram a oportunidade nas mãos e souberam desfrutar dela com zelo.

     Hoje, recebemos o grau de bacharel em administração. E junto com o título nos é imposto uma das principais dificuldades da atualidade: tomar decisões que impactam positivamente nas organizações e na sociedade sob as incertezas do mundo contemporâneo. Agora profissionais, nosso real desejo é difundir nas organizações a responsabilidade social e ambiental pautada nos sólidos pilares da ética, da moral e principalmente nos princípios cristãos. Que sejamos nós, submissos ao Código de Ética exercendo a profissão com zelo, diligência e honestidade, defendendo os direitos, bens e interesse de clientes, instituições e sociedades sem abdicar de nossa dignidade, prerrogativas e independência profissional, seja atuando como empregado, empregador, funcionário público ou profissional liberal. Façamos valer nosso grau, mas principalmente nossa consciência.

     Estimados homenageados da turma. Muito tem sido transmito a nós a respeito do perfil dos empreendedores de sucesso nestes quatro anos de academia. Temos buscado incansavelmente por exemplos de empreendedores potenciais. Assim, nos deparamos com vocês que se tornaram para nós referências de empresários e de empreendedores. São representações fidedignas do mundo empresarial que nos aguarda, por isso resolvemos homenageá-los nesta noite e agradecer pela participação na realização deste sonho.

     Amados pais. Que a plenitude desta noite seja capaz de transmitir a vocês a gratidão por toda dedicação, empenho, disposição, investimento e, muitas vezes, renuncia dos vossos próprios sonhos para a realização dos nossos.

     Caríssimos familiares e amigos. Nosso desejo é que tenha sido válido tanto esforço e desempenho, e que toda ausência resulte em sucesso na profissão para partilharmos com todos vocês.
Nosso carinho e gratidão também se estende aos Mestres que souberam, além de transmitir seus conhecimentos, transmitir sua experiência e amizade. Àqueles que não alcançaram tal êxito segue a lembrança que nunca é tarde demais para uma melhor postura.

     E finalmente a Deus. Administrador de tudo que existe. A Ti dedicamos à vida e a profissão. Que cada palavra de agradecimento contida neste humilde e significativo discurso possa glorificar teu Santo Nome. Que nossa existência sirva em Ação de Graças por todos os momentos vividos e convividos nesta casa de ensino sob tua proteção e paternidade celestial. O mérito de hoje e de sempre é todo Teu!

     Senhoras e senhores neo-administradores, apertem os cintos, levantaremos vôo. Após decolarmos ninguém mais voltará ao ponto de partida. Vislumbremos o futuro... E se o sucesso não nos alcançar, não se preocupem... Nós alcançaremos o sucesso! Pois, como disse Charles Chaplin, “o triunfo pertence a quem se atreve”, e nós já provamos que somos atrevidos.

Que Deus nos abençoe e conceda a paz mundial!

ORADOR: ADM. Sidney Soares de Sousa Sândheskinny
COPIADO: http://www.administradores.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário