QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Matriz de Boston – Ferramenta de Inteligência de Mercado:

Matriz de Boston – ferramenta de Inteligência de mercado: independentemente de sua posição na empresa, como gestor você pode ter que participar de decisões relativas a produtos e seus respectivos mercados, então convém conhecer esta ferramenta, assim chamada por ter sido desenvolvida pelo Boston Consulting Group, razão pela qual também é conhecida como Matriz BCG, B-Box, Matriz de Portfólio.

Matriz de Boston – Contextualização

Esta ferramenta foi desenvolvida nos anos 70, e se tornou extremamente popular, juntamente com a Análise SWOT, já abordada aqui no Blogtek.
Atualmente, esta Matriz tem sido criticada por não ser muito adequada para produtos de ciclo de vida extremamente rápidos, comuns nos produtos atuais. Mesmo assim, vale conhecer esta ferramenta, ainda que com esta ressalva.
Basicamente, a Matriz de Boston é construída na forma de 4 quadrantes, formados por dois eixos: “Participação no Mercado” e “Crescimento do Mercado”.
Participação no Mercado reflete a porcentagem da receita ou volume de vendas que sua organização detém no mercado, relativamente a um determinado produto.
Crescimento do Mercado é o crescimento da receita ou das vendas de um determinado produto, ao longo do tempo.
Matriz de Boston
Matriz de Boston

Matriz de Boston – Estrelas

Neste quadrante estão situados produtos com alta participação no mercado, mercado este em grande crescimento. Tipicamente estes produtos requerem fortes investimentos, porém apresentam levados retornos.
Na medida em que o mercado se estabiliza, os produtos que conseguiram firmar sua posição no mercado tendem a se transformar em Vacas Leiteiras, e os demais se transformam em Abacaxis.
Por exemplo, em seu lançamento, medicamentos para a ereção, tais como Viagra e Cialis, eram Estrelas, e hoje são Vacas Leiteiras.
O videogame Master System foi uma Estrela, tornou-se uma Vaca Leiteira, e hoje é um Abacaxi. Neste caso, o ciclo foi acelerado pelos ciclos de vida de produtos eletrônicos cada vez mais curtos.

Matriz de Boston – Pontos de Interrogação

Neste quadrante estão situados produtos com baixa participação no mercado, mercado este em grande crescimento. Tipicamente estes produtos requerem fortes investimentos, porém retorno muito baixos ou nulos. Dependendo como estes produtos se firmam no mercado, podem se tornar Estrelas ou Abacaxis.
Um exemplo que os leitores um pouco mais velhos podem se lembrar, é a disputa de mercado dos aparelhos de reprodução de videocassetes: o sistema VHS, desenvolvido inicialmente pela Panasonic, e o sistema Betamax, desenvolvido pela Sony.
Apesar de, sob o ponto de vista técnico, o sistema Betamax ser superior, a Panasonic universalizou o uso, enquanto a Sony perseguia o uso monopolístico, pela Sony, do sistema. Venceu o sistema VHS. No primeiro momento, ambos eram Pontos de Interrogação, mas o sistema VHS tornou-se uma Estrela, depois uma Vaca Leiteira, e posteriormente com o advento do DVD, tornou-se um Abacaxi. Já o sistema Betamax por não ter conseguido a primazia do mercado, tornou-se logo depois um Abacaxi.

Matriz de Boston – Vacas Leiteiras

Este quadrante corresponde a produtos com alta participação no mercado, mercado estabilizado, com baixo crescimento. Estes produtos requerem baixos investimentos, porém com retorno alto. 
Com o passar do tempo, estes produtos tendem a se tornar Abacaxis. Isto não ocorre necessariamente, como mostra o exemplo da Coca-Cola. Já o tradicional Fusca, foi durante muito tempo uma Vaca Leiteira, e depois transformou-se em um Abacaxi.

Matriz de Boston – Abacaxis

Este quadrante corresponde a produtos com baixa participação no mercado, mercado estabilizado, com baixo crescimento. Estes produtos requerem não apresentam retorno, não sendo recomendados investimentos nestes produtos.
Eventualmente, as empresas podem manter alguns Abacaxis. Por exemplo, alguns fabricantes de telefones celulares continuam produzindo modelos básicos, resistentes, para continuarem sendo uma porta para novos clientes, de baixa renda.
A Microsoft mantém seu mecanismo de busca Bing, de baixíssima participação no mercado, apenas por uma questão de imagem da empresa.
O trabalho original do Boston Consulting Group se refere a estes produtos como “dogs” (cachorros). No entanto, em Português, o termo Abacaxis é mais adequado.

Matriz de Boston – Resumo

O quadro abaixo resume possíveis estratégias para os produtos em cada quadrante.
Matriz de Boston - estratégias
Matriz de Boston – estratégias

Por:  - http://blogtek.com.br/

Um comentário: