QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

segunda-feira, 23 de março de 2015

10 ERROS COMUNS DOS GERENTES RECÉM-PROMOVIDOS


Há alguns dias eu estava lendo uma pesquisa dos Estados Unidos elaborada por um grupo que foi à campo verificar o quanto as empresas preparam seus funcionários para assumir um cargo de gestão. O resultado foi surpreendente, mais de 50% dos gestores entrevistados não receberam nenhum treinamento antes de iniciar o trabalho. 

Obviamente que aqui no Brasil a situação não é diferente, pensando nesse problema decidi listar os dez erros mais comuns que os novos gestores costumam cometer para que você possa evitá-los.

1. Achar que sabe tudo

Se você for, por exemplo, promovido a Gerente de Produção, você pode sentir que sabe tudo a respeito de produção, mesmo que isso seja verdade, e acredite não é nessa sua nova atividade isso é secundário, agora o mais importante é aprender tudo o que puder sobre gestão de pessoas. Ouça as pessoas ao seu redor, seja educado e mantenha a mente aberta.



2. Mostrar a todos quem esta no comando

Acredite você não precisa fazer um grande show ao estilo Paul McCartney para anunciar que você é “O Chefe”, afinal, todos na sua equipe sabem quem é o novo gerente. No entanto, você precisa demonstrar que como um líder, você irá trabalhar para somar e fazer uma diferença positiva.


3. Mudar Tudo

Não queira reinventar a roda. Apenas porque o método como alguma tarefa é executada não é o método que você utilizaria, não significa necessariamente que esteja errado. Observe, faça um acompanhamento e caso detecte que existe sim perda na metodologia usada, converse com a equipe e demonstre os pontos que se alterados podem ser vantajosos, deixe-os fazer parte da decisão pelo novo método. Aprenda a diferença entre “diferente” e “errado”.


4. Ter medo de fazer qualquer coisa

Talvez você nem quisesse a promoção e mesmo assim a ganhou. Talvez você nem tenha a certeza de que vai dar conta do trabalho. Não deixe que isso seja um empecilho para que você realize seu trabalho da melhor maneira possível. Acredite, você não teria recebido o cargo se a diretoria não confiasse na sua capacidade.


5. Não ter tempo para conhecer sua equipe

Você pode estar a anos trabalhando com essas mesmas pessoas, porém isso não significa que você de fato os conheça. Converse com eles, saiba o que os motiva, os deixa animado, o que eles temem ou se preocupam, essa é a única maneira de gerencia-los de forma eficaz. Sua equipe é que vai definir se você é um bom ou péssimo gerente, portanto dedique a eles atenção e tempo.


6. Não querer perder tempo com o chefe

Seu superior te promoveu e ele entende que você está muito ocupado e não quer de forma alguma ocupar seu precioso tempo, correto? Errado, certifique-se de marcar reuniões com seu superior para passar-lhe informações relativas ao andamento das atividades e o mais importante, receber feedback, orientações e o mínimo que for de treinamento.


7. Não se preocupar com os problemas dos colaboradores

Você não pode ignorar os problemas individuais da sua equipe, nem esperar que ela os esqueçam enquanto trabalham, essa história de deixar os problemas pessoais fora da empresa é lorota, funciona com probleminhas pequenos, porém quando algo maior acontece com algum de seus gerenciados, é parte do seu trabalho descobrir a melhor forma de auxilia-lo. Isso não significa é claro, que você não pode pedir a assistência de um terceiro, significa apenas que você precisa agir para ajudar.


8. Deixar de ser humano

Só porque agora você é o chefe, não significa que você não pode mais ser humano, você não foi transformado em um robô de gerenciamento, você ainda pode rir, demonstrar suas emoções e também como qualquer outra pessoa, ainda pode cometer um erro ocasional.



9. Não proteger sua equipe

As pessoas que integram sua equipe estarão sobre pressão por todos os lados. Seu superior pode despejar todos os trabalhos penosos e desagradáveis sobre o seu departamento, o RH pode dizer que sua equipe esta em excesso e querer enxuga-la, outros departamentos podem jogar a culpa por erros próprios no seu time, enfim diversas situações podem ocorrer. É seu trabalho defender sua equipe e garantir que eles sejam tratados da forma mais justa possível, em retribuição você ganhará reconhecimento e lealdade.


10. Fugir da responsabilidade

Goste você ou não, no momento em que você passa a coordenar uma equipe, tudo o que acontece nela passa a ser responsabilidade sua. Tudo o que os membros do seu grupo fizerem ou não fizerem, refletem em você. Você precisa construir uma linha de comunicação para que não ajam surpresas, mas se acontecer, você tem que estar preparado para assumir a responsabilidade. Lembre-se, a responsabilidade anda de mãos dadas com a autoridade.


POR JONES EGER - https://www.portaleducacao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário