QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Falhas Humanas

Falhas humanas: à medida em que máquinas e equipamentos evoluem cada vez mais em confiabilidade e sofisticação, a quantidade de acidentes, em números absolutos, decresce. 
Porém, o percentual de falhas atribuídas a falhas humanas aumenta cada vez mais. Apesar do velho adágio de que “Errar é Humano”, isto não significa que devemos nos conformar com este fato. 

Falhas Humanas – conceitos
O dicionário Michaelis  elenca, dentre diversas definições para erro, as seguintes:
Erro 
sm 1 Ato de errar. 2 Equívoco, engano. Inexatidão. 4 Uso impróprio ou indevido. 5 Apartamento da honestidade ou da justiça. 6 Desregramento, mau comportamento. 7 Conceito equívoco ou juízo falso. 8 Doutrina falsa. 9 Culpa, falta. 10 Prevaricação. 11 Abuso. 12 Tip Tudo o que não confere com o original. 13 Em técnica, designa todas as pequenas diferenças residuais do valor exato, devidas a defeitos inevitáveis dos instrumentos.
Dicionário Online de Português  assim define erro:
Significado de Erro
s.m. Opinião, julgamento contrário à verdade: cometer erro.
Falsa doutrina; opinião falsa: o erro dos heresiarcas.
Engano, equívoco: erro de cálculo.
Imperícia: foi um erro essa intervenção.
Metrologia Diferença entre o valor exato de uma grandeza e o valor dado por uma medição.
S.m.pl. Desregramentos, desvarios no proceder: erros da juventude.
Na realidade, além da diversidade de erros, há diferentes classificações para erros.

Falhas Humanas – classificações

Inicialmente, os erros podem ser divididos em dois grandes grupos: Não intencionais e Intencionais.
Erros Humanos – não intencionais
Erros inadvertidos (deslizes, lapsos – em Inglês: slips)
Falhas na execução das ações necessárias (leitura errada de um instrumento, acionar um botão errado, não desligar um aparelho, etc.). São erros baseados na Habilidade, sendo frequentes em tarefas contínuas e repetitivas, usualmente sem feedback, ou seja, os desvios não são notados, a menos que ocorra um evento de maior gravidade. Raramente são eliminados através da formação dos trabalhadores.
Erros técnicos (em Inglês: mistakes)
Oriundos de decisões equivocadas (e não omissões, como no caso anterior) ou erros de discernimento, que podem ser baseados em Procedimentos, quando os procedimentos não contemplam todos os aspectos de uma situação, ou as instruções são dúbias e não claras. Os erros técnicos podem ser baseados em Conhecimentos, quando há procedimentos claros, mas não os trabalhadores não têm capacidade de absorver o conteúdo dos procedimentos.
Erros Humanos – intencionais (violações)
Erros deliberados (sabotagem)
Falha executada com conhecimento de causa, com nítido intuito de provocar danos e prejuízos.
Infrações
Não cumprimento de procedimentos conhecidos, por comodidade, preguiça ou urgência.

Falhas Humanas – exemplos

Erro inadvertido: motorista habituado a dirigir carros com câmbio automático, aluga um carro com câmbio manual, se esquece de pisar na embreagem ao parar no sinal, e o carro “morre”.
Erro técnico: ao detectar pressão alta em um vaso, o operador aciona uma válvula errada, e, ao invés de aliviar a pressão, aumenta a pressão, levando à abertura da PSV
Sabotagem: operário insatisfeito devido à sua demissão verte areia no cárter de um equipamento, visando causar prejuízo.
Infração: para evitar um caminho muito longo, motorista faz um pequeno trecho em contramão.

Falhas Humanas – percentuais de falhas

Percentual de Falhas Humanas
Percentual de Falhas Humanas

Por  |- http://blogtek.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário