QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Brainstorm

Brainstorm, ou ainda Brainstorming, significa literalmente “tempestade de ideias”. 
No Brasil, por vezes é jocosamente denominado “toró de parpites”. É uma técnica criativa para obter ideias e soluções. De tão simples que é, muitas vezes é aplicada de forma inadequada, simplesmente como se fosse um bate-papo.

Brainstorm – definição e aplicações

Puzzle Solved And 3d Characters Shows Unity And Teamwork by Stuart MilesO PMBOK Guide (5th edition) faz diversas referências à utilização da técnica de Brainstorming.
No glossário, Brainstorming é definido como “Uma técnica criativa e um processo de levantamento de dados que pode ser utilizada para identificar riscos, ideias, ou soluções para problemas usando um grupo de membros da equipe ou especialistas no assunto em pauta”.
Esta técnica é sugerida para ser utilizada como Ferramentas e Técnica no processo Coletar Requisitos, da área de conhecimento Gerenciamento do Escopo do Projeto, no item 5.2.2.4 do PMBOK Guide.
Também é encontrada referência ao Brainstorming como ferramenta adicional  para o planejamento da qualidade, no processo Planejar o Gerenciamento da Qualidade, da área de conhecimento Gerenciamento da Qualidade do Projeto, no item 8.1.2.7 do PMBOK Guide.
E ainda é encontrada como Ferramentas e Técnicas no processo Identificar Riscos, da área de conhecimento Gerenciamento dos iscos do Projeto, no item 11.2.2.2 do PMBOK Guide.

Brainstorm – princípios

Business Concept by cooldesignO principal objetivo da educação nas escolas deveria ser a criação de homens e mulheres que sejam capazes de realizar coisas novas e não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram; homens e mulheres que são criativos, inventivos e descobridores, que possam ser críticos e verificar, e não aceitar, tudo que lhes é oferecido.
Jean Piaget, educador e cientista suíço.

Piaget identifica dois tipos de pensamento:
O  Pensamento criativo que é o processo que usamos para gerar ideias que são originais, úteis e valiosas.
Pensamento crítico é o processo que usamos para determinar a veracidade, a exatidão e o valor das suposições que sustentam nossas próprias ideias ou de terceiros.
O princípio básico do Brainstorm consiste em separar os dois tipos de pensamento, evitando que um interfira no outro.

Brainstorm – regras

 Há algumas regras a serem utilizadas:
  •  Não pode haver críticas – esta é uma das principais razões de falha no brainstorm. Não se pode reprimir ideias. Na primeira fase do brainstorm, não há julgamento de ideias.
  •  Criatividade é fundamental – nenhuma ideia deve ser omitida, por receio de críticas. Vale o “pensar fora da caixa”. Neste sentido, é interessante que o facilitador não tenha ascendência hierárquica sobre os demais, pois hierarquia inibe a criatividade. Se isto não for possível, sugiro que o facilitador comece com uma ideia bizarra, para liberar a criatividade dos demais. Quando Gerente do Contrato de terraplenagem da Refinaria Premium I, eu me sentia à vontade em meio a meus colegas, para dar novas ideias, pois sou engenheiro mecânico, portanto eu não tinha a “obrigação” de dar ideias “corretas” ou “sensatas”.
  •  Quantidade – é necessário que haja muitas ideias, para que se possa discutir mais soluções
  •  Vale pegar “carona” – uma ideia pode ser gerada a partir de outra, ou ideias distintas podem ser mescladas

Brainstorm – etapas

  • Definir o problema para o qual se busca solução (há uma variante do brainstorm que eventualmente pode ser usada: ao invés de buscar a solução para o problema, identificar como o problema pode ser causado. Um brainstorm em uma companhia aérea sobre como “Aumentar a satisfação dos passageiros” pode ser substituído através do Brainstorm reverso em “Como irritar os passageiros”).
  • Formar um grupo de 6 a 10 participantes.
  • Informar aos participantes de qual problema se irá tratar, com antecedência.
  • Escrever o problema em letras grandes, em um quadro.
  • Um ideia de cada vez.
  • Usar notas de papel autoadesivas (post-it). O participante levanta a mão, descreve a ideia e vai ao quadro afixá-la.
  • O Brainstorm deve ser curto, não passar de 1 hora.
  • Selecionar um grupo de cerca de três pessoas para avaliar e descartar as ideias não aplicáveis (de forma seria, sem gozação ou brincadeiras), grupar as demais ideias por similaridade, e de cada grupo de ideias similares, buscar uma sentença ou pequeno texto que as unifique.
  • Discutir e selecionar a mais adequada dentre as ideias condensadas no item anterior.
Por: Rodolfo Stonner- http://blogtek.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário