QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Consultoria: Uma Opção de Vida

O trabalho é a principal parte do processo de nos tornarmos nós mesmos. 

Ele tem efeito sobre o que nós somos e sobre o que nos é essencial. 

Assuntos de trabalho mais importantes são assuntos de vida.

A preocupação com o tipo de trabalho que estamos realizando se apresenta na medida em que ele se relaciona com o que queremos para nossa vida.

consultoria é uma opção de vida, uma forma de auto descoberta, e uma fonte de crescimento pessoal, não somente uma forma de ganhar a vida. 
Exercendo a atividade de consultoria, consultores ajudam as organizações ao mesmo tempo em que ajudam a si mesmos.

A energia para trabalhar em um projeto de consultoria surge principalmente quando trabalhamos com assuntos que afetem as vidas das pessoas e no quanto este projeto poderá ajudar as pessoas a se desenvolverem.

Consultores por vocação buscam freqüentemente trabalhos não só com base na contribuição potencial que possam dar para a comunidade e a sociedade, mas também no potencial evolutivo que o trabalho proporcione para eles próprios.

Essa necessidade de aprendizagem deve estar equilibrada entre a necessidade de dar uma contribuição efetiva e a necessidade dos clientes por resultados positivos, onde os riscos devem estar equilibrados entre a necessidade de proporcionar resultados previsíveis e a necessidade do cliente de ter confiança no trabalho do consultor. 

Quando se faz uma opção de vida trabalhando como consultor, precisamos nos conscientizar, de que o trabalho é duro, cansativo e consome muita energia nos níveis físico, mental, emocional e espiritual, tornando-se imprescindível, portanto destinar um tempo em seu planejamento, para se restaurar, recriar, ganhar novas perspectivas e descansar.

A vocação para consultoria se caracteriza também como um estilo de vida. Ser consultor significa: Obter realização pessoal com o trabalho; escolher, construir amizades e compartilhar poder com clientes; trabalhar com pessoas e organizações que estão em processo de mudança; poder ser bem sucedido sem ter que trabalhar todos os dias do ano; não ter nenhuma intenção de fazer outro tipo de trabalho.

Ser consultor é mais confortável do que interpretar o papel de consultor. Portanto a meta é estabelecer um papel de consultor que represente realmente aquilo que somos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário