QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

segunda-feira, 11 de março de 2013

Microfranquias


As microfranquias respondem por 5% do setor de franchising, sendo que a velocidade do crescimento das microfranquias no mercado é espantosa, com um ritmo de 25% ao ano.
A vantagem das microfranquias é que se pode investir no segmento sem que seja necessário um alto investimento, ou seja, mesmo contando com uma pequena poupança é possível investir em uma microfranquia.
As microfranquias têm valores mínimos para investimento que variam entre R$5 a R$100 mil reais. O diferencial das pequenas franquias não é só o investimento baixo, mas também a qualidade de serviços prestados.
A maioria das microfranquias são empresas que prestam algum tipo de serviço e que buscam qualidade nos serviços oferecidos.

  • O mercado de microfranquias

As microfranquias nos últimos anos têm contribuído de forma dinâmica e eficiente para o desenvolvimento econômico, gerando empregos, possibilitando o crescimento doempreendedorismo entre jovens e mulheres, ou seja, o crescimento do setor de microfranquias só traz benefícios.
Diante disso, até a própria política econômica trabalha em favor das microfranquias, por isso o governo estuda mais acesso ao crédito para microfranquias, sabendo que o setor possui estrutura suficiente para receber ajuda financeira e expandir mais ainda as possibilidades do setor.
A ABF – Associação Brasileira de Franchising já trabalha com comitê especial para tratar de assuntos referentes à microfranquias. O comitê tem as funções de assessorar as redes de microfranquias, promover debates, estudos e pesquisas e ainda a função de obter informações que sejam precisas sobre microfranquias.
Faz ainda o levantamento de um banco de oportunidades e de pesquisas, análise do mercado e a função crucial de aproximar governo, bancos e microfranquias.

  • Características da microfranquias

As características das microfranquias é que elas são organizadas para ter sucesso e para prestar serviços com alta qualidade, e para isso, trabalham de forma padronizada. Os funcionários devem se apresentar sempre uniformizados, o local de atendimento é sempre limpo e decorado de forma padronizada.
Muitos investidores estão apostando nas microfranquias também porque as exigências para aceitação do franqueado serem menos rígidas. Essa característica faz com que sejam incluídos nos sistemas das redes de microfranquias novos franqueados que são pessoas da classe C, ex-empregados ou trabalhadores autônomos que têm experiência no ramo da franquia escolhida e agora desejam investir no próprio negócio.
As microfranquias atendem as necessidades e limitações dos franqueados, com vários modelos de negócios e formatos de empresas. Algumas microfranquias podem funcionar em quiosques, home based e em pequenos espaços, o que faz com que o sistema de franquias seja mais flexível e acessível.

  • Onde procurar microfranquias

As microfranquias podem ser encontradas em sites das principais redes de franquias. Algumas redes de franquias são responsáveis por diversas empresas e marcas. Um exemplo é a Angels que é uma franquia com empresas responsáveis por serviços de cuidados com crianças e de idosos.
Outra rede de franquias trabalham no segmento de pequenos serviços na área de construção civil, serviços para educação e outros.
O importante é que essas redes de microfranquias têm como semelhança um modelo de negócio rentável e poder suficiente para promover inclusão social.

  • Redes de microfranquias

As redes de franquias são similares quanto à missão e função, pois de uma forma geral, as franqueadoras têm as funções essenciais de divulgar e vender franquias, implantar as franquias com todo o suporte e de forma eficiente e ainda fazer com que a marca conquiste uma posição de mercado consolidada.
Alguns exemplos de microfranquias que possuem uma estrutura e plataforma gerencial eficiente são as redes de microfranquias abaixo:
Home Angels é uma rede de franquias para cuidados com idosos. A rede surgiu para aproveitar a oportunidade de mercado cada vez mais crescente, mas apesar de estar aquecido e possuir demanda, o setor de cuidados com idosos é competitivo e exige qualidade para atuação, com um eficiente modelo de negócios para que seja competitivo no mercado.
A franquia Home Angels é uma franquia de renome no mercado e possui conceito, método e caminhos orientados para que os empreendedores alcancem sucesso.
Os serviços oferecidos pela franquia Home Angels são serviços de cuidadores de idosos, recuperação da saúde, necessidades especiais, limitações físicas, cuidados pós-parto e outros serviços.
A Home Angels é uma franquia da rede Zaiom. A Zaiom tem conta também com as franquias: Doutor Faz Tudo, Amigo Computador, Doutor Jardim e outras. As microfranquias da rede Zaiom são franquias voltadas para serviços que atendem necessidades diversas e que proporcionam sucesso profissional e bons rendimentos.
A vantagem do sistema de franquias da rede Zaiom é que o modelo de negócios possui capacidade suficiente para receber novos investimentos, mesmo que o investimento inicial não passe de 30 mil reais e assim, mantém a mesma qualidade e apoio gerencial que a rede de franquias proporciona a todos os seus franqueados.
Os interessados em abrir uma franquia devem participar de um processo seletivo que conta com ficha de inscrição online, entrevista, escolha da localização, COF – Circular de Oferta de Franquia, contrato, treinamento inicial e abertura.
O processo é rápido e a rede de franquia ainda oferece manual de operação, materiais administrativos e também publicitários, que são exclusivos, treinamento, metodologia de operação, site personalizado, fundo de propaganda, constante suporte operacional, sistema gerencial via intranet e outros.
Os clientes da rede de franquias Zaiom são residências, escritórios e pessoas jurídicas em geral.

  • Evitar erros na hora de abrir microfranquias

Abrir uma franquia é um investimento em que as chances de continuidade do negócio são de até 70%, ou seja, na maioria dos casos o que ocorre é que os franqueados conseguem não só recuperar o valor investido, como também dar continuidade a um negócio de sucesso.
Segundo pesquisas, devido ao modelo de negócios das franquias que recebem relativo apoio gerencial, a taxa de falência costuma ser mais baixo que de outros empreendimentos. Mesmo com essa estatística, abrir uma franquia também representa riscos e por isso, pede cuidado redobrado.
  • Abrir uma microfranquia também é um desafio, pois mesmo que o investimento seja baixo, os erros cometidos levarão a prejuízos da mesma forma que acontece com os empreendimentos de maior valor inicial, e mesmo que as microfranquias esbarrem em detalhes, tais detalhes podem custar a sobrevivência do negócio. Um exemplo disso é a escolha errada da localização e um mal atendimento.

O importante é que o empreendedor tenha em mente que as franquias não representam um investimento em que o sucesso virá por si só. Ao contrário, uma microfranquia também exige estratégia e competência gerencial; a escolha do negócio deve refletir os desejos profissionais dos empreendedores, exercendo uma atividade em que haja afinidade, experiência profissional ou a motivação de buscar conhecimentos maiores sobre esta atividade.
Ou seja, para que dê certo é necessário investir não só capital, mas tempo, dedicação e estudos. É como o início de uma nova etapa na vida do empreendedor.

  • Escolha da localização para a microfranquia

Antes de escolher uma localização para a microfranquia não se esqueça de pesquisar o bairro, o público que frequenta aquele local, qual o potencial consumidor naquele local. Não somente a movimentação e potencial de consumo devem ser pesquisados, como também segurança local, concorrência, acesso e outros. E saber se no local existe o público-alvo pretendido pelo negócio.

  • Gestão do fluxo de caixa

Para evitar riscos é bom que se tenha um capital de giro maior do que o recomendado. É necessário então que o franqueado tenha autonomia para realizar o planejamento financeiro de acordo com a própria realidade da unidade, ou seja, os cálculos de fluxo de caixa e capital de giro são essenciais para manter uma gestão financeira saudável e assim solucionar imprevistos com menos riscos financeiros.
O capital de giro deve ser estratégico e fazer com que o planejamento operacional e tático atenda a gestão e ainda possibilite crescimento.

  • Metas e objetivos concretos

As vendas de produtos e serviços devem ser planejadas com antecedência de forma a terem um plano de previsão de vendas, considerando cada detalhe e relacionamento com os clientes e avaliando produtos, serviços, atendimento, qualidade, e tangíveis que são os aspectos materiais como espaço físico, conforto e outros.

  • Conte com auxílio profissional

Não fique sozinho no caminho, conte com ajuda profissional, com orientação, apoio gerencial e consultoria prestada pela rede de franquias. Busque auxílio de forma independente participando de cursos, exposições, eventos voltados para a atividade e outros.
Transcrito do Site: http://www.novonegocio.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário