QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

terça-feira, 26 de março de 2013

Downsizing e Rightsizing


Downsizing é uma estratégia empresarial cujo nome quando traduzido para o português significa achatamento ou diminuição de tamanho. É uma das técnicas da administração contemporânea que tem como objetivo a eliminação de toda burocracia desnecessária da empresa, ou seja, tudo aquilo que torna a empresa “pesada”.

O downsizing visa enxugar os níveis hierárquicos das empresas e assim obter mais racionalidade em seus processos. 

Um plano de Downsizing deve ser bem planejado em todas suas etapas e deve estar de acordo com o Planejamento Estratégico da empresa. Um plano de downsizing deve visar sempre à construção de uma empresa eficiente e enxuta onde os gestores devem aprender a conviver com menos de tudo.

O downsizing é um termo que causa certo desconforto nas empresas onde ele é implantado, pois envolve sempre demissão de pessoal, redução da estrutura organizacional e redução de custos.

O downsizing sempre requer um bom planejamento, com a elaboração de metas claras e objetivos bem definidos. Esta estratégia é usada como para reduzir custos das empresas aumentando sua competitividade e sustentabilidade futuras. Embora pareça uma decisão para ser tomada em situações de crise ou quando a empresa enfrenta dificuldades, o downsizing é cada vez mais necessário para garantir a viabilidade das empresas e todo gestor envolvido em uma projeto de downsizing sabe que tomar este tipo de decisão baixa o moral da equipe e deixa em um  primeiro momento a situação complicada.

Esta estratégia operacional visa também à eficiência operacional, pois foi observado que quanto mais pessoas trabalham em um processo mais ineficiente ele fica e uma das soluções encontradas para aperfeiçoar esses processos foi diminuir o numero de pessoas trabalhando nele ao mesmo tempo em que se melhora a tecnologia para melhor execução dessas tarefas.

  • O downsizing tem como objetivos:
  1. Reduzir os custos através de uma analise e identificação de custos;
  2. Fornecer para a empresa uma rapidez na tomada de decisão
  3. Reavaliação dos critérios de análise do desempenho pessoal;
  4. Possibilidades de terceirização de processos;.
  5. Focar nas necessidades do cliente, e não nos procedimentos internos.
Devido a forte tendência de corte de pessoal e diminuição de custos, que na maioria das vezes causa mais problemas para a empresa, o downsizing passou a ser visto como uma estratégia operacional ameaçadora para as pessoas que trabalham em uma organização. 

Por esse motivo começou-se a tentar a adotar um termo alternativo, o Rightsizing ("o tamanho certo"), ou seja, a estrutura certa que maximiza a eficiência operacional, por isso alguns autores veem esse termo como o mais aplicável para as empresas que necessitam otimizar o número de empregados e posições gerenciais com o objetivo tornar uma empresa mais eficiente e lucrativa e também não causar grandes problemas como moral de sua equipe.

Fonte: Pedro Paulo Morales   http://www.qualidadebrasil.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário