QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

sexta-feira, 1 de março de 2013

12 Dicas para Escrever Melhor

A escrita está presente em praticamente qualquer profissão. Alguns erros em um simples e-mail podem acabar com sua credibilidade na 
empresa


Uma ideia por parágrafo deve ser sua meta sempre, seja em um e-mail ou em uma apresentação de PowerPoint


Escrever bem é uma habilidade que qualquer profissional deve almejar. A clareza nas ideias, coerência na escolha das palavras e a correção gramatical são elementos essenciais para tal. Além disso, outros fatores como objetividade também devem ser sempre considerados.


A seguir, você poderá conferir algumas dicas práticas que irão ajudá-lo a escrever melhor, seja em um livro ou um relatório:


1. Decida seu objetivo
Seja qual for seu material – apresentação, discurso, e-mail ou relatório –, é importante que, antes de tudo, você estabeleça claramente quais são seus objetivos com o texto. Além de evitar que você se distraia com informações desnecessárias, montar uma lista de objetivos para o texto irá deixá-lo mais confiante na realização da tarefa, refinando sua perspectiva.


2. Peça feedback
Quando se sentir desafiado por determinado trabalho, pedir a opinião e considerações de certas pessoas sobre seu texto pode ser uma estratégia útil. Pergunte se entenderam seu objetivo com o texto, se a linha de raciocínio está clara, se há informações faltando, entre outras questões que achar relevante. Mas lembre-se que, algumas vezes, feedback demais pode desmotivá-lo e desencorajá-lo. Por isso, decida o que acha melhor ou pergunte apenas para uma ou duas pessoas que realmente entendem do assunto para ajudá-lo.


 3. Seja sucinto
O escritor Carlos Drummond de Andrade já dizia, "escrever é cortar palavras". Você não precisa de um parágrafo inteiro para transmitir informações que poderiam ser ditas em uma frase. A objetividade deve ser a meta, independentemente do tipo de texto em que você estiver trabalhando.


4. Edite
Para alcançar o objetivo esclarecido acima, edite seu texto quantas vezes achar necessário. Comece com um simples rascunho e, conforme for escrevendo, modele o texto até alcançar o melhor resultado. Elimine artigos, palavras, adjetivos e informações desnecessárias e repetidas.



 5. Refine a estrutura
Nesse momento, não se preocupe muito com as palavras, mas sim com a forma como seu texto está estruturado. Reordene da maneira que achar mais coerente e só acrescente mais parágrafos se achar que for realmente necessário.


6. Considere um tom informal
Escrever um relatório não quer dizer que você só deve optar por palavras longas, complicadas e formais. Considere utilizar um tom mais informal para o texto, para que não seja burocrático e enfadonho.


7. Valorize a clareza
Como dito anteriormente, sua mensagem deve ser transmitida com o mínimo de palavras possível. Essa instrução, no entanto, não deve ser sobreposta à clareza. As informações cruciais devem ser de conhecimento do seu público, e a objetividade não deve sacrificar a lógica em nenhum caso.


8. Deixe a mensagem se destacar
Escrever um texto elegante é uma ótima característica, mas não pode ser considerada importante. Pelo contrário, o que deve se destacar é a mensagem que você deseja transmitir e não a linguagem que utiliza.


9. Elimine os jargões
Jargões e clichês acabam com qualquer texto. Por mais “especializados” que eles possam parecer, deixe-os para o cotidiano.


10. Uma ideia por parágrafo
Considera a dica 10 como uma regra imprescindível. Uma ideia por parágrafo deve ser sua meta sempre, seja em um e-mail ou em uma apresentação de PowerPoint.


11. Deixe seu objetivo claro na primeira frase
Não enrole seus leitores com contextualização e detalhes no começo. Deixe esses parágrafos por último. É importante que seu principal objetivo ou informação seja transmitido logo na primeira frase ou parágrafo. Em seguida, desenvolva o texto para acrescentar o que considera de relevância secundária.


12. Escreva visualmente
Poucas pessoas leem cada palavra de um relatório ou email. Por isso, é importante que sua mensagem seja visível, ou seja, o leitor deve olhar para o material e facilmente identificar cada ideia. Para isso, pense em algumas opções de estrutura de organização do texto, como em tópicos ou cabeçalhos.
Fonte: Portal Universia - Notícia disponibilizada no Portal www.cmconsultoria.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário