QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

O Líder não é um Deus Todo Poderoso


O Líder não é um deus todo poderoso. Deveria abrir mão do uso do poder proveniente da sua posição e incentivar a autodisciplina nas pessoas, onde elas se comprometem pelos seus resultados e assumem as consequências.

Algumas pessoas ainda acreditam que sua vida está nas mãos de outras pessoas e abdicam de todo seu talentos, experiência achando que um dia alguém a descobrirá. 
SEU DESTINO ESTÁ EM SUAS MÃOS, SEJA O PROTAGONISTA DE SUA VIDA . Não espere pelo super-herói que virá lhe salvar .
Liberte sua autoestima, acredite em você , amplie seu conhecimento , acredite é possível vivermos novos sistemas de gestão, já que os atuais já estão ai ha quase 100 anos com muita burocracia, controle e comando . 
Já é possível conciliar empresas altamente eficazes sendo profundamente humanas.
Com certeza a força das novas gerações irá contribuir e ajudar nessa mudança , já que nasceram no mundo web onde a colaboração é muito importante e desconfiam da hierarquia. Essa pirâmide arcaica e a falta de autonomia aprisionam  pessoas as impedindo de contribuir com todo seu potencial e talentos.
As mudanças irão ocorrer , com certeza. Pode ser que eu não as viva ainda em meu tempo de existência neste planeta, mas saberei que dei minha contribuição através de  ideias , métodos fundamentados em pesquisas e no potencial humano.
Se está bom, pode ficar no mínimo 4 vezes melhor.
Conseguiremos cativar as pessoas para que as empresas sejam um ambiente onde o trabalho seja apaixonante, a meritocracia prevaleça, as políticas sejam abertas, as pessoas sejam solidárias e amistosas, tenham acesso a dados e informações importantes para tomarem decisões corretas, pratiquem valores éticos e que diminua a egomania e a miopia estratégica dos Líderes atuais entendendo seu verdadeiro papel que não é controlar e comandar pessoas e sim, orientar, promover, acompanhar, despertar, inspirar talentos e potenciais e dar os maiores resultados com as pessoas.
Eu acredito e você?
Por - Marynes Pereira - http://www.qualidadebrasil.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário