QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Como sua Voz fica quando Você está Nervoso?

Saber usar bem a voz tem grande determinação na comunicação eficente. 
A fala representa quase 40% do impacto na apresentação e na determinação do sucesso no momento de passar a mensagem que desejamos. Basta perceber que passamos pelo menos 80% do tempo falando no ambiente de trabalho.
Você já deve ter percebido que alguém está nervoso, ansioso ou triste só de escutar a voz dessa pessoa... É bastante comum a gente ligar para alguém e perceber imediatamente se ela estava dormindo, se está chateada ou irritada com alguma coisa, não é?

Isto acontece porque a voz é uma fonte bastante reveladora de como está o nosso estado emocional. Assim como o corpo fala, contribuindo ou atrapalhando no entendimento da mensagem, com a voz é mesma coisa. Só que o conteúdo transmitido pela fala, não tem nada de intelectual. É emoção pura! Isto significa dizer que, ainda que detenhamos um grande domínio do assunto, podemos passar insegurança, dependendo de como utilizamos a nossa voz.
Veja alguns exemplos diferentes mensagens das diferentes mensagens que nossa voz pode transmitir:  
  • Grave = seriedade, credibilidade
  • Extremamente grave = tristeza e falta de energia
  • Aguda = alegria e extroversão
  • Extremamente aguda = infantilidade, imaturidade, insegurança
    Preste atenção na sua voz. Mesmo sem perceber, podemos falar de diversas maneiras:  
    • Com a boca muito fechada
    • Muito baixo
    • Pra dentro
    • Gritando
    • Devagar
    • Rápido demais
    O ideal é que a nossa voz ajude a potencializar a força da mensagem e também transmita credibilidade e segurança. A fala deve ser equlibrada, clara, fluente e firme, respeitar cada palavra sem mutilizar as sílabas e equilibarada num tom médio para passar tranquilidade, segurança, respeito ao outro e demonstrar que nossas ideias estão organizadas. Quando estamos roucos, gritamos, falamos aceleradamente ou de maneira muito lenta, podemos dar impressão de sermos mal-educados, rudes, agressivos ou estamos sem energia, cansados e até despreparados para apresentar nossas mensagens.
      Vale lembrar que o profissional indicado para tratar a voz é o fonoaudiólogo que vai identificar as necessidades individuais de cada um. Mas de maneira geral, devemos evitar:
      • Fumar - A fumaça agride as pregas vocais, provoca irritação, pigarro e tosse.
      • Beber - O álcool prejudica a saúde vocal porque anestesia as cordas vocais.
      • Ar condicionado - A umidade do ar diminui, resseca a garganta e laringe e danifica as pregas vocais.
      • Forçar a voz sem necessidade
      • Ansiedade e tensões
      • Excessos noturnos
      Tenha consciência de como utiliza sua voz e aproveite todo o potencial para alavancar sua carreira!

      Nenhum comentário:

      Postar um comentário