QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Demitir, mas com Decência


Pergunte a um líder qual o papel que ele não gosta de desempenhar?
Você terá em 90% dos casos a seguinte resposta?
- Ter que demitir alguém.
Sim de fato, muitos líderes protelam,delegam essa tarefa, e evitam ao máximo ter que desempenhar um papel que é seu.
Mas para que o processo de demissão seja digno, ético, preocupado com o ser humano e por pior que esta situação seja para ambos os envolvidos, e até para que você tenha menos problemas com ações trabalhistas, é preciso demitir com DECÊNCIA E ÉTICA.
Mas e o que significa isso?
Então vamos a alguns passos para que você seja um Líder que tem processos e gestão baseado em princípios e valores humanos e éticos:
  1. Comunique: sempre oriente a sua equipe sobre  visão, missão e valores da sua empresa. Onde pretende chegar com suas ações.O que você quer para o seu negócio, seus clientes e sua equipe. Não deixe que eles naveguem no escuro sem saber para onde estão indo. Deixe bem clara as regras.
  2. Feedback: se possível, semanalmente, informando sobre resultados alcançados e esperados, construindo juntos novos comportamentos e atitudes, se necessário.
  3. Seja parceiro: quem contratou foi você , portanto, ofereça ajuda, oriente , acompanhe de perto, dê treinamentos sempre que necessário .
  4. Prazo: deixe claro os prazos que você oferece para ocorrer a mudança do comportamento, atitude ou resultado esperados. Combine prazos de mudanças em até 15 dias , se possível, e volte a ter uma nova conversa. Não deixe o problema se arrastar por meses ou anos, você deve ter no máximo 3 dessas conversas de alinhamento, a terceira deve ser a última.
  5. Consequencias: deixe claro quais as consequências para o não cumprimento do acordado entre vocês.
Em hipótese alguma usar as estratégias abaixo:
  1. Dar férias ao seu colaborador que você pretende demitir , apenas para ganhar tempo financeiro para o pagamento da rescisão .Isso gera pânico e desconforto na sua equipe que passa a ter medo de tirar férias, além de quebrar qualquer relação de confiança.
  2.  Mudar de setor, de atividade , de departamento ou unidade de trabalho, ou melhor “ empurrar “ a decisão para a frente e pra outro ,sem nada fazer
  3. “Colocar no freezer”, isto é, deixar de avisar, comunicar, solicitar a opinião ou excluir essa pessoa em eventos e reuniões, praticamente excluir a pessoa de qualquer situação.
  4. Mandar email demitindo
  5. Pedir que outra pessoa realize a demissão por você ou mandar  direto ao depto Pessoal.
  6. Demitir antes de Natal, feriados, no final do dia de sexta feira.
  7. Conversar e comentar  com outras pessoas sobre a demissão. antes ou depois de ter demitido.
Como demitir com decência?
  • Separe pelo menos meia hora para um bate papo com a pessoa que será desligada e deve ser em particular em uma sala e esteja preparado (a) para manifestações emocionais. Escute, deixe-o falar e desabafar.
  • Seja educado, não seja prolixo, deixe bem clara a razão para a demissão e tenha dados mensuráveis para apoiar a sua decisão.Com certeza se você seguiu os passos éticos, esta conversa não será surpresa e seu colaborador já saberá as razões.
  • Tenha a documentação de seus colaboradores sempre em ordem e deixe claro , nessa reunião quais as verbas a receber e quando.
  • Após a demissão, comunique sua equipe e informe quem o irá substituir ( se for o caso) e quando. Não precisa informar as razões da demissão Peça indicações de candidatos a vaga, a seus colaboradores.
Bem, se você seguir todas as dicas deste artigo tenho certeza de que o seu colaborador irá se esforçar para mudar e atingir novos resultados, mas ele mesmo, na terceira conversa que vocês tiverem já saberá que o prazo em sua empresa chegou ao fim e que ele pode ser a pessoa certa no lugar errado e assim , sua saída será tranquila e sem problemas e mágoas entre ninguém .
As portas ficam abertas para que essa pessoa possa pedir referências e se um dia conseguir mudar o comportamento que o prejudicou, poderá voltar.
Importante salientar que muitas pessoas pensam que são demitidas por questões de conhecimento técnico, mas na realidade, 87 % são demitidas por problemas de comportamento ( fonte Gallup).
Desejo sucesso e justiça em suas ações .

Nenhum comentário:

Postar um comentário