QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

domingo, 16 de outubro de 2011

Botafogo Futebol e Regatas


O Botafogo é cria de outros Botafogos que surgiram no Rio no fim do século 19.


A história requer atenção. Alguns remadores do Clube Guanabarense resolveram abandonar a instituição em 1891 para fundar o Grupo de Regatas Botafogo, que mais tarde (1894) virou o Club de Regatas Botafogo. Essa turma já gostava de jogar futebol, e em 1903 fizeram uma partida contra o Flamengo.


Nessa mesma época, dois amigos, Flávio Ramos e Emmanuel Sodré, tinham uma ídeia fixa: formar um clube de futebol. O sonho virou realidade em 12 de agosto de 1904, quando os rapazes fundaram o Electro Club, primeiro nome do Botafogo Football Club. Havia, portanto, no Rio mais de um Botafogo.


O time de futebol que conhecemos hoje, originou-se somente em 8 de dezembro de 1942, com a fusão entre o Club de Regatas e o Football Club.


Foi quando se decidiu pela nome de Botafogo Futebol e Regatas. Todos ficaram felizes.
O Fogão, no entanto, tem a data de 1904 como a de sua criação.


Nasceu para fazer jogos pelo Estado.


Em 1910, como diz seu hino, o Botafogo conquistou o primeiro título oficial de sua história.
Houve outro em 1907, mas o Fluminense o reivindica também.


Foi em 1910 que o clube ganhou o apelido de "Glorioso".  Fez naquela temporada 66 gols com a linha Abelardo de Lamare, Décio Viccari e Mimi Sodré. Um ano antes, o Fogão fez 24 a 0 sobre o Mangueira. Era gol que não acabava mais.


Em 1912, a prefeitura do Rio cedeu o terreno na rua General Severiano, onde seria construída a sede do clube.


O Botafogo amargou alguns jejuns de títulos ao longo de sua história.


Ganhou em 1930 e abriu caminho para uma sequência de conquistas históricas. Virou o time da moda. Tanto foi assim que 9 jogadores do Botafogo foram convocados para defender o Brasil na Copa do Mundo de 1934.


Foi na década de 1940 que o Botafogo teve em time o lendário Heleno de Freitas, herói da torcida durante quase 10 anos. O clube parecia que tinha faro para bons jogadores. Foi nessa época. um pouco mais adiante, que chegaria a General Severiano o lateral-esquedo Nílton Santos.


A década de 1950 mudou a cara do clube alvinegro. Havia ali um timaço, com Didi, Zagallo, Amarildo e Quarentina.


Fazia frente ao Santos de Pelé. Havia também Garrincha.


Os anos 60 também foram de magia. O Botafogo se renovava sem perder a qualidade.


O esquadrão de 1968, por exemplo, tinha Jairzinho, Paulo Cézar Caju e Gérson.


O Botafogo já era grande, mesmo depois tendo de encarar anos menos gloriosos.
A fila durou 21 anos, de 1968 a 1989.


Tantos outros jogadores contaram a história do Botafogo com maestria e dedicação. O Fogão não parou mais. 


Os títulos do Botafogo
Campeonato Carioca: 19 1907/10/12/30/32/33/35/48/57/61/62/67/68/89/90/97/2006/10 
Torneio Rio-São Paulo: 4 1962/64/66 e 1998
Campeonato Brasileiro: 2 1968/1995 
Conmebol: 1 1993
Por: Marcos D'Paula/AE

Nenhum comentário:

Postar um comentário