QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

segunda-feira, 15 de março de 2010

Brindemos ao St. Patrick's Day por Mariana Caminha

Assim como eu, muita gente aqui já avisou que vai sair mais cedo do trabalho na próxima quarta-feira, quando se celebra o St. Patrick's Day. Reza a lenda que a sorte acompanha aqueles que participam da festa, e ninguém quer estar fora desse grupo, concorda?
A origem do feriado é religiosa. St. Patrick é tido como o patrono dos santos irlandeses (e foi lá que nasceu a tradição de celebrar o dia 17 de março), mas a festa já se espalhou pelo mundo. As mais expressivas comemorações acontecem no Reino Unido, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Estados Unidos.
Missionário do cristianismo, St. Patrick nasceu como Maewyn Succat no século 4, e era um homem muito rico. Depois de ver a sua casa destruída por bandidos e ter de trabalhar como escravo durante vários anos, passou a dedicar seu tempo ao ensino da religião.
O símbolo do St. Patrick's Day, um trevo de três folhas, faz referência ao modo como o santo falava da Santíssima Trindade aos seus alunos. Cada folha do trevo simbolizava uma das pessoas - Pai, Filho e Espírito Santo.
A vida de St. Patrick é comemorada desde a sua morte, no dia 17 de março. Em Londres a festa é grande, marcada pela presença de centenas de pessoas. Há oito anos um desfile pelas ruas do centro da cidade atrai multidões, com direito a muitos trevos de três folhas, e claro, muita cerveja.
É a cerveja, por sinal, uma das protagonistas dessa celebração. Apesar de nada religiosa, a bebida passou a ser parte importante do St. Patrick's Day a partir dos anos 90, quando o governo irlandês aproveitou a data para aumentar a propaganda sobre o país e atrair mais turistas durante o mês de março. Antes disso, surpreendentemente, os pubs irlandeses tinham de fechar, por lei, todo dia 17 de março. Algo inconcebível nos dias de hoje.
A maior patrocinadora do evento não poderia ser outra senão a Guiness, a cerveja preta de Dublin, famosa no mundo inteiro. Em todos os pubs da cidade (e em outros tantos espalhados por aí), o merchandising será intenso, incluindo roupas, chapéus, leques, cartazes etc. Uma gama de produtos que custa à empresa um investimento de 3 milhões de libras todos os anos.
A nós, só nos resta ajudar a manter a tradição irlandesa e nos juntarmos à festa. Que St. Patrick nos proteja!
Mariana Caminha é formada em Letras pela UnB e em jornalismo pelo UniCEUB. Fez mestrado em Televisão na Nottingham Trent University, Inglaterra.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário