QUEM SOU EU

Minha foto

Administrador de Empresas(UEMA), Mestrado em Administração(FGV-RIO), Professor Universitário (FAMA/UFMA), Ex-Presidente do CRA-MA, Ex-Conselheiro Federal de Administração - CFA, Empresário (DEPYLMAR, ), Ex-Conselheiro Fiscal da ANGRAD, Vogal da Junta Comercial do Maranhão (JUCEMA)Consultor de Empresas, Avaliador do INEP/MEC, Maranhense de Pedreiras, filho de Valdinar e Cavalcante Filho, Casado (Graça Cavalcante), 02 Filhos (Nathália Johanna e Diego Henrique), apaixonado pelo Moto Club de São Luís, Botafoguense de Coração e Feliz da Vida...

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Ideias Inovadoras: Flip




Pra muita gente, o termo inovação ainda quer dizer o avanço tecnológico ou a criação de uma nova tecnologia. No entanto, isso está longe de ser verdade. Abaixo, vou falar de um case fantástico que mostra, claramente, que, a inovação pode estar em ideias simples - e até óbvias - que ninguém conseguiu ver antes.

Uma empresa norte-americana chamada Pure Digital revolucionou o mercado de filmadoras digitais ao desenvolver um produto muito mais simples e com menos funções do que os concorrentes. Ao invés de criar uma nova categoria de produto ou adotar novas tecnologias, seus fundadores, Jonathan Kaplan e Ariel Braunstein, enxergaram que, enquanto o mercado se dedicava ao desenvolvimento de câmeras mais modernas, complexas e, portanto, mais caras, os consumidores não tinham a opção de um produto mais simples, de qualidade boa o suficiente para quem não é profissional ou semi-profissional.

Surgiu a Flip, uma câmera de qualidade razoável, simples de usar e com preço muito menor do que o da concorrência. Enquanto o preço médio de uma filmadora da Sony é de US$800, uma Flip custa em torno de US$150.

Além de filmar, a Flip possui apenas uma saída USB, que permite carregar a bateria e baixar os vídeos para um computador. Não há zoom, não há efeitos especiais ou iluminação. Com ela, vem um software bem simples para edição rápida de vídeo, que permite ao usuário juntar as partes favoritas, inserir trilhas, colocar textos, enviar por e-mail e subir para o Youtube. É o suficiente para filmagens amadoras, com a facilidade de enviar os vídeos para amigos ou subí-los para o Youtube. E qualquer um consegue utilizar.

A linha Flip possui aparelhos com vários tipos de resolução, tempo de filmagem e design. A empresa também vende acessórios, como o Flip Share TV, um pequeno monitor sem fio que permite assistir aos vídeos onde quer que se esteja, além de capas, tripés e cabos USB coloridos.

Em pouco tempo, a empresa conquistou 17% do mercado de filmadoras nos EUA, algo invejável em um setor de grandes players mundiais, como Sony, Samsung, etc. Em 2008, a empresa cresceu cerca de 45% e, em 2009, foi comprada pela Cisco por US$590 milhões.

O exemplo acima deixa evidente que a melhor inovação é aquela que facilita a vida das pessoas (e atende a necessidades que elas nem sabiam que tinham) e, consequentemente, gera melhores resultados financeiros para a empresa. Simplificar vale muito mais do que complicar. É por isso que o melhor tipo de inovação é aquele que parece óbvio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário